O Profissional Geólogo e suas atribuições

Geologia é a ciência que estuda os processos que ocorrem no interior e na superfície da terra. A Geologia estuda a terra como um todo, sua origem, composição, estrutura e história, bem como os processos que deram origem ao seu estado atual e os que governam as transformações que ocorrem no presente. Estuda também a vida que sobre ela existiu e que se encontra registrada nos fósseis, restos ou vestígios de animais, plantas e preservados nas rochas. Na maioria dos casos o geólogo faz isso em uma área restrita , num ambiente geológico favorável a existência de um determinado minério.
De maneira geral é uma ciência relativamente nova surgida no século XVIII. No Brasil os primeiros geólogos diplomaram-se em em 1959, e no Pará a primeira turma se formou em 1967, ano em que o geólogo Breno Santos e equipe descobriram os depósitos de ferro e manganês de Carajás.
Principais setores dos geólogos:
  • Mapeamento Geológico: o geólogo realiza a descrição e coleta de amostras, anotações em caderneta de campo, elaboração de mapa geológico, podendo definir as áreas mais favoráveis para fazer pesquisa mineral.
  • Geóloga Camila Rodrigues mapeando em Xinguara-PA

  • Hidrogeologia: setor em que o geólogo faz pesquisa para encontrar água subterrânea. O hidrogeólogo trata do gerenciamento dos recursos hídricos, supervisiona e orienta a construção de poços.
  • Minas: o geólogo atua definindo o volume e distribuição do depósito, assim como orientando a lavra.
  • Geotecnia: envolve a construção de estradas, túneis, viadutos, barragens, edifícios etc, onde o geólogo averigua se o solo é adequado à construção de determinada obra e o que deve ser feito para garantir a estabilidade das construções.

    Aplicação da Geotecnia

  • Sensoriamento Remoto: os geólogos utilizam recursos como fotografias aéreas, imagens de satélite e de radar para mapeamento geológico de solos, de vegetação, de áreas cultivadas etc, para gerar dados úteis e interpretáveis.

    Satélinte em órbita da Terra

  • Geoquímica: o geólogo planeja (e, às vezes, executa) a coleta de amostras de solo, rocha, água e sedimentos de corrente (areias do fundo dos rios) e determina onde esse material deve ser coletado. De posse dessas amostras, ele as manda para o laboratório a fim de determinar a existência e a porcentagem de determinados elementos químicos. Com isso, obtém dados que permitem dizer, com maior ou menor certeza, se há na área estudada uma jazida. Pode ser dividida em geoquímica sedimentar, geoquímica orgânica, geoquímica ambiental etc.
  • Geofísica: Medir propriedades como magnetismo, densidade, propriedades elétricas ou radioatividade das rochas para detectar presença de minérios, principalmente de minerais metálicos (ferro, manganês, cobre, chumbo, zinco, ouro, molibdênio etc.) também é uma das atribuições dos geólogos, além de estudar o campo magnético terrestre (intensidade, configuração e variação), o fluxo de calor interno da Terra e o movimento das ondas sísmicas, que estão associadas aos terremotos. A geofísica combina geologia com física para solucionar problemas como descoberta de reservas de gás, petróleo, metais e água.
  • Geologia marinha: Esse ramo da geologia estuda as variações do nível do mar e o relevo do assoalho oceânico.
  • Sondagemnão é um ramo da geologia, mas é um método de pesquisa que exige conhecimento bem especializado. Ela compreende a perfuração de poços com diâmetros entre 2,5 e 75 cm e profundidade de até 1.000 m – ou bem mais do que isso se for para petróleo – para coleta de amostras do subsolo ou para a produção de água, petróleo ou gás.
  • Geologia ambiental: o geólogo é responsável pela coleta e análise de dados geológicos visando evitar ou solucionar problemas oriundos da intervenção humana no ambiente natural, atuando na prevenção de enchentes, escorregamentos de terra e erosão; na escolha de locais para instalação de depósitos de lixo, cemitérios, aeroportos, núcleos residenciais, fábricas etc.; na detecção e delimitação de áreas poluídas no subsolo; na delimitação de áreas de preservação ambiental, como parques, nichos ecológicos, florestas, nascentes de rios, locais de interesse arqueológico etc.; na delimitação de áreas impróprias para a construção, como encostas de alta declividade e áreas de solo instável; no planejamento da expansão urbana; na solução de conflitos causados pela mineração em áreas urbanas (pedreiras, por exemplo); na elaboração de planos diretores municipais; na recuperação de áreas degradadas pela mineração etc.
  • Paleontologia: fósseis animais e vegetais são importantes indicadores das condições de vida existentes no passado geológico, preservados por meios naturais na crosta terrestre.
  • Geoprocessamento: onde os geólogos trabalham com dados estatísticos e tratamento de imagens de satélite.
  • Pesquisa universitária: como observado existe diversos ramos dentro da geologia, os quais também são objeto de pesquisa, de maneira que existem geólogos especializados em petrologia (estudo da origem, estrutura, ocorrência e história das rochas); mineralogia (estudo dos minerais, suas propriedades químicas e físicas, usos e modo de ocorrência); metalogênese (estudo da origem e evolução dos depósitos minerais); cristalografia (estudo das formas externas e da estrutura interna dos cristais naturais ou sintéticos); sedimentologia(estudo dos depósitos sedimentares e das suas origens, das feições apresentadas pelas rochas que podem indicar os ambientes que existiam no passado para assim entender os ambientes atuais); geomorfologia (trabalha com a evolução das feições observadas na superfície da Terra, identificando seus principais agentes formadores e caracterizando a ação de agentes como vento, gelo, água e geleiras, que afetam bastante o relevo terrestre); geologia estrutura: (estudo das deformações das rochas, comparando e classificando as formas obtidas os Geólogos estruturais são capacitados para localizar armadilhas estruturais passíveis de conter petróleo).

Curiosidades:

O Dia do Geólogo é comemorado no Brasil em 30 de maio.

O exercício da profissão é fiscalizado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA, onde salário mínimo , para jornada de 8h/dia, de um profissional da categoria tem o valor de nove salários mínimos nacionais.

Fonte: Portal Canaã

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *