Pernambucanos são os primeiros campeões de League of Legends dos Jogos Universitários Brasileiros

Após mais de três horas de partida, os estudantes da UFRPE trouxeram o único ouro de Pernambuco nas modalidades coletivas

A medalha de ouro de Pernambuco na fase de modalidades coletivas dos Jogos Universitários Brasileiros 2017 (JUBs) não veio das quadras de basquete, handebol, vôlei ou futsal. Veio por meio de cinco telas de computadores controlados por estudantes que surpreenderam a todos neste último dia de competição em Goiânia, Goiás. A Federação Acadêmica Pernambucana de Esportes subiu ao lugar mais alto do pódio para receber o título de campeã da primeira edição do League of Legends, com os alunos da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Após mais de três horas de partida, em uma melhor de cinco vitórias, os pernambucanos levaram a melhor sobre os competidores da Universidade Federal de Sergipe (UFS), com o placar de 3×1. “Nós viemos focados em jogar sobre os erros que eles cometessem durante as batalhas e isso funcionou. Foi uma partida cansativa, longa, mas valeu muito a pena porque estamos levando o título para casa”, conta Matheus Soares, de 20 anos um dos integrantes da equipe medalhista de ouro.

Mateus, estudante de ciências da computação, é o único que tem o curso universitário um pouco mais relacionado ao universo dos games online ao qual pertence League of Legends, ou ‘LOL’, como os seus jogadores costumam chamá-lo.  Já Aluísio Filho é de medicina veterinária, Antônio Henrique Barbosa de economia, Luiz Gustavo Cândido de química e Arthur Feller de licenciatura em história.

Além do fato de serem de áreas de formação totalmente diferentes, eles se conhecem somente há um mês, desde que foram selecionados entre os 90 inscritos da etapa regional para os JUBs. Mesmo assim, durante toda a competição, eles mostraram muita integração e companheirismo e bateram de frente com muitas equipes favoritas ao título e que já possuem um período bem maior de entrosamento. Ao decorrer das partidas, os estudantes da UFRPE ganhavam cada vez mais torcida do público de alunos-atletas que visitavam o boulevard montado no Centro de Excelência do Esporte do Goiás.

“A gente se deu muito bem. Não teríamos nos conhecido se não fosse essa competição, se não fosse LoL. Chegamos aqui e só queríamos ir bem, ganhar uma partida, mas fomos avançando. Ainda não acreditamos que somos campeões. Isso é demais pra gente”, comenta Aluísio Filho, 23, que falou também da importância que deve ser dada aos esportes online. “Muitos dizem que isso é só um jogo, que não é um esporte, mas pra nós é o contrário. Acho que a visibilidade que os JUBs deu a League of Legends deveria ser um exemplo para que isso fosse feito mais vezes por outras competições”, comenta o estudante de veterinária.

Fonte: FAPE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *