Estudantes e ex-estudante da UFPE vencem concurso do Profissão Repórter

Foram selecionadas dez duplas dentre 70 que enviaram videorreportagens para participar do projeto

Dois projetos de alunos e um projeto de uma ex-aluna de Jornalismo da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foram selecionados para participar do Globo Lab, laboratório de ideias da Globo que, em sua terceira edição, faz uma parceria com o programa Profissão Repórter. As duplas escolhidas vão participar de uma imersão nos Estúdios Globo em São Paulo de 18 a 22 de setembro.

Foram selecionadas dez duplas dentre 70 que enviaram videorreportagens para participar do projeto. O laboratório será desenvolvido com profissionais da emissora para compartilhar experiências e conhecimento sobre jornalismo e os estudantes vão desenvolver suas reportagens, que serão exibidas no site do Profissão Repórter. Confira a lista completa dos selecionados.

A dupla Tarrafas, composta por Ademara Thalyta Soares de Barros e Thiago Emanuel dos Santos Souza, realizou a reportagem “À margem”, com a seguinte sinopse: “Num espaço urbano emergente da capital pernambucana, considerado o Vale do Silício brasileiro, Carlos dos Santos decidiu viver às margens do Rio Capibaribe e da realidade que o circunda”.

A dupla Debate em Pauta, formada por Bruno Vinicius Luiz da Silva e Luane Ferraz de Souza, produziu a reportagem “Prostituição na Terceira Idade”, que retrata a dura realidade das mulheres que, mesmo chegando à terceira idade, ainda precisam sobreviver da prostituição. Nessas condições, a dupla apresenta Paula, negra, periférica e prostituta.

Composta pela ex-estudante da UFPE Paula Passos e por Camila Moura, da Aurora Filmes, a reportagem “Malucos de BR viajam levando arte pelo Brasil” fala sobre a luta por reconhecimento dos artesãos que vivem pelas estradas brasileiras. “Nós acompanhamos uma viagem com Ingrid e Victor, dois desses artistas de rua. Com apenas uma mochila nas costas, eles viajam o País levando sua arte”, contam.

SELEÇÃO – Em maio, profissionais do Profissão Repórter e do Globo Universidade foram a cinco capitais brasileiras – Belo Horizonte, Brasília, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo – para conversar sobre a linguagem do programa com cerca de mil universitários e integrantes de coletivos de mídia. Cada dupla enviou uma reportagem inovadora com tema livre e duração de até cinco minutos.

Fonte: UFPE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *